"" Importado e Lucrando

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Qual a Melhor Ferramenta Utilizada Na Importação de Produtos?

Sei que muita gente começou a pesquisar sobre como importar produtos, principalmente dos Estados Unidos. Todos nós já sabemos que os produtos lá são muito mais baratos do que aqui no Brasil. A verdadeira formula da importação.

Será que vale mesmo a pena importar produtos, produtos como roupas de marca, calçados, acessórios, eletrônicos, etc..

Não seria muito complicado comprar esses produtos? E as taxas que são cobradas no Brasil não são altas demais?



Nós sabemos que os preços dos produtos aqui no Brasil são um absurdo comparado a outros países, é injusto a forma como o governo brasileiro lida com essa questão de importação, mas será se não vale a pena fazer o que muita gente vem fazendo e sobrevivendo com muito conforto revendendo produtos importados?

Talvez você ou alguém próximo já tenha pesquisado sobre como importar produtos para o uso pessoal, por exemplo:

Como Importar Aussie, que é um produto de beleza que as mulheres amam. Se você está prestes a ser mãe (ou já é) e quer economizar 70% ou mais comprando roupas, brinquedos, acessórios e muito mais, então melhor você clicar aqui e baixar esse livro gratuito da Cegonha Importadora.


fonte:http://www.sobrerelacionamento.com.br/como-importar-produtos/

Principais Formas de Se Importar Os Produtos que Tanto Deseja

Para iniciar o processo de importação, é preciso avaliar alguns fatores que podem interferir no tipo de tratamento que a compra receberá na alfândega e nos postos da Receita Federal. Curso de importação academia do importador.

É muito importante definir se a compra será realizada por pessoa física ou jurídica, bem como verificar o valor da importação. Veja a seguir a diferença de importação de uma pessoa para outra em valores abaixo de R$ 3 mil.

Este tipo de pessoa pode importar produtos no valor até US$50,00 sem precisar pagar o imposto de importação (II). Para casos como esse, a pessoa precisa apenas efetuar a compra e aguardar a entrega do produto em casa.



Mas é preciso notar que esse modelo só ocorre quando tanto o vendedor quanto o comprador são pessoas físicas.

Por outro lado, se o valor da importação supera os US$ 50,00, a compra é taxada com o II (60% do valor de compra, de acordo com a Receita Federal). O limite de valor de compra para pessoas físicas é US$ 500,00.

Quando a compra é efetuada por pessoa jurídica, é necessário realizar cadastro no sistema Siscomex. O valor é simplificado para valores até US$ 3 mil.

Por meio do Importa Fácil, oferecido pelos Correios, ocorre o desembaraço aduaneiro de encomendas através da emissão de Declaração Simplificada de Importação (DSI). Vale ressaltar que, ao optar por esse modelo, a mercadoria será taxada com o II e poderá estar sujeita ao custo do ICMS do estado.


fonte:https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/como-importar-produtos-com-valor-de-compra-abaixo-de-us-3-mil,fe8a862a1bd0c510VgnVCM1000004c00210aRCRD

Conheça 7 Dicas Para Importar Qualquer Produto de Qualquer Lugar

Comprar produtos desses sites para revender no Brasil, sem seguir os passos anteriores que já foram falados, será uma forma de mercado irregular e isso pode acarretar em diversas multas para o praticante. Como importar dos eua?

O modo correto para fazer importações para sua empresa é procurar fornecedores diretos e fabricantes confiáveis. A plataforma mais utilizada é a Alibaba, que concentra a maior quantidade de fornecedores para que você possa fazer bons negócios importando da China.

Após entrar em contato com o fornecedor e fechar sua compra, é preciso solicitar a fatura de pagamento internacional, conhecida como PI (Proforma Invoice).

Antes de efetuar o pagamento, verifique se toda a documentação necessária foi enviada. Peça ao despachante aduaneiro que verifique tudo que for necessário para proteger a mercadoria e para que ela possa ser retirada com segurança.



Agora que você já sabe qual o passo a passo necessário para começar a importar, comece o seu negócio com o pé direito e tenha em mente que o sucesso virá acompanhado de muita dedicação e trabalho.

O eGestor é um sistema de gestão empresarial fácil e online para auxiliar na gestão de sua empresa. Com ele você pode controlar o seu estoque, o seu financeiro, registrar compras e vendas, cadastrar seus clientes e fornecedores, emitir notas fiscais eletrônicas e boletos bancários, dentre outras funções. Realize os testes totalmente gratuitos durante um período de 15 dias, basta acessar o site!


fonte:http://blog.egestor.com.br/como-importar-produtos-da-china/

Aprenda Como Ser Um Importador de Sucesso de Modo fácil

Mesmo a empresa sendo MEI e não tendo inscrição Estadual, a importação será taxada com os 18% de ICMS já que se trata de uma importação e como importar produtos. O valor não é pago na venda das mercadorias, mas será cobrado por conta dessa entrada vinda do exterior.

A próxima etapa para começar a importar produtos da China é encontrar um despachante aduaneiro. Esse é um profissional habilitado para ajudar o empresário em todas as etapas da importação.

Dentre suas principais funções estão o cálculo dos impostos a serem pagos, a liberação das cargas vindas do exterior e a nacionalização das cargas.



A legislação brasileira indica que o importador pode fazer o próprio despache aduaneiro. Mas o correto é contratar um que tenha registro na Receita Federal do Brasil.

O fato é que para que suas mercadorias possam chegar de maneira segura e legal, é obrigatório a presença desse profissional.

É preciso procurar e estudar bastante o mercado chinês antes de buscar seus fornecedores. Mas já fique ciente de uma coisa: sites como o Aliexpress e o DealExtreme (ou DX) são voltados para venda de produtos para pessoas físicas, ou seja, realizam venda de produtos para uso ou consumo próprio. A título de comparação com o Brasil, eles são parecidos com o Mercado Livre.


fonte:http://blog.egestor.com.br/como-importar-produtos-da-china/

As Principais Sacadas do Mercado de Importação

O Radar Ilimitado é destinado para grandes empresas e com ele não existe limite máximo de importação. Mas esse tipo de registro é o que exige uma grande quantidade de comprovações. Principalmente relacionadas ao pagamento de impostos por um período de tempo exigido. Saiba que o curso academia do importador pode te ajudar nisso.

Uma dúvida que muitos empresários possuem quando vão começar a importar da China é sobre qual o tipo de empresa que deve abrir para poder ficar tranquilo quanto às taxas e impostos a serem pagos.

É importante saber que abrindo o registro empresarial mais simples, que no Brasil é o MEI (microempreendedor individual), a sua empresa já pode importar.



Mas como existe um limite máximo de faturamento de R$ 60.000,00 por ano para empresas optantes pelo MEI, o máximo que poderia ser importado era na faixa de 10 a 15 mil dólares de importação.

O ideal seria oficializar a empresa como Microempresa para ampliar essa margem de faturamento para R$ 360.000,00.

Para importações de produtos da China, o empresário brasileiro paga 60% de imposto sobre o valor da mercadoria que está vindo acrescida do valor do frete.

 Além desse valor, a empresa deverá pagar a taxa de ICMS, que varia de estado para estado, mas em sua maioria é de 18%. Esse valor é calculado sobre a mercadoria + frete + taxa de 60%.


fonte:http://blog.egestor.com.br/como-importar-produtos-da-china/